domingo, 23 de outubro de 2011

Em novo vacilo, Corinthians perde do Botafogo e embola campeonato outra vez

  Depois de retornar a liderança do Brasileirão, o time do Corinthians tinha tudo para aumentar a distância na ponta da tabela e rumar a passos largos para a conquista da competição, é mais em se tratando de Campeonato Brasileiro, as coisas não são como parecem, e o Timão acabou derrotado e o campeonato embolou de novo.
  Na partida realizada no estádio do Pacaembu, o Corinthians tentou, correu, lutou, levantou bola na área, chutou a gol, acertou a trave, enfim, fez de tudo, menos os gols, além do mais, não impediu os dois gols do Fogão, assim, a derrota por 2x0, gols de Loco Abreu e Maicosuel evidenciaram as limitações do alvinegro paulista, um time de razoável para bom, sem nenhum craque, apenas um time coletivamente bom, mas que precisa de ajustes para tornar-se campeão.
Faixa da torcida corinthiana em homenagem ao Dia das Crianças
Torcida do Corinthians presta homenagem aos pequenos corinthianos.
 No Dia das Crianças, o Timão foi quem chorou. Foto: Nelson Almeida/UOL
  No jogo contra o Botafogo, o Corinthians teve problemas na criação e com erros na marcação tomou dois gols bobos que podem custar um título como o Brasileiro. O Botafogo foi bem, soube marcar o time do Corinthians, levou perigo nos contra-ataques e ganhou com méritos a partida, já que na sua proposta de jogo foi feliz e voltou para briga do título nacional.
  O Corinthians na partida contra os cariocas deu vinte e sete chutes no gol, desses um foi na trave, em cobrança de falta de Alex, outros chutes foram defendidos pelo goleiro Renan que substituía Jéfferson, Renan fez pelo menos cinco defesas difíceis, que poderiam ter se transformado em gols, mas a noite não era do Corinthians. O Timão ainda levantou 43 vezes a bola na área, porém, todas de maneira precipitada e com nervosismo não soube criar situações para fazer o gol.
  O time paulista sentiu a falta de um centroavante, um homem que incomode os zagueiros adversários, Paulinho esteve muito atrás e não apoiou Alex e Danilo na criação, os meias foram engolidos no meio campo botafoguense. Willian foi bem marcado e Jorge Henrique teve outra pífia atuação ofensiva. Os laterias não foram a válvula de escape do time, com a defesa carioca fechada, as jogadas pela lateral eram uma saída, mas Fábio Santos saiu contundido e Alessandro estivera muito mal, o time não tinha criatividade para furar o bloqueio dos cariocas.
  O torcedor do time paulista não precisa se desesperar, o time do Botafogo é muito bom, e uma derrota como esta não é uma tragédia, mas se tivesse vencido, o time do Corinthians tinha praticamente matado as chances do Botafogo de título, com a derrota o Timão ganhou mais um adversário de peso na briga pelo caneco, essa aliás é a graça do Brasileirão 2011, são vários times na briga, Corinthians, Flamengo, Vasco, Botafogo, Fluminense, São Paulo, é um campeonato nivelado por baixo, graças a baixa qualidade técnica, mas com o emparelhamento dos times, é um campeonato envolvente.
Foram 20 escanteios pro Corinthians, contra 1 para o Botafogo, mas a bola não entrou
Corinthians abusou das jogadas aéreas, mas sem efetividade
 foi anulado em  campo. Foto: Nelson Almeida/UOL
  Os gols do Botafogo saíram no primeiro tempo, em escanteio para o Corinthians, a bola ficou dividida entre Jorge Henrique e um zagueiro do Botafogo que ganhou a bola com J. Henrique, em rápido contra-ataque o Botafogo trocou rápidos e envolventes passes até a bola chegar na linha de fundo e Elkeson cruzar na área, Moradei desviou a bola que ficou limpa para Loco Abreu mandar para as redes.
   Pouco depois em cobrança de lateral para o Fogão, Paulinho não acompanhou Maicosuel  que livre na entrada da área bateu, Moradei desviou novamente a bola que parecia ser defensível para Julio Cesar. Com o desvio a bola encobriu Julio deu números finais ao jogo. A vitória só não foi maior por que o bandeira anulou um gol de Marcelo Mattos que estava em posição legal, o bandeira deu impedimento inexistente no lance.
  O treinador do Corinthians Tite colocou Adriano em campo aos 15min do 2° tempo, o Imperador fora de forma tentou ajudar, mas ainda não tem condições. Adriano tentou alguns cabeceios, mas nada de efetivo, o camisa 10 fez o papel de pivô, deixou Paulinho na cara do gol em uma oportunidade, mas o volante bateu em cima do goleiro, definitivamente era uma noite que nada parecia dar certo. O lateral do Fogão, Cortês ainda foi expulso no 2° tempo, mas o Corinthians não soube aproveitar a vantagem numérica.
  Agora o Corinthians volta a campo contra o Cruzeiro, um adversário que tirou a invencibilidade do Corinthians no campeonato e ajudou a desestabilizar a equipe no primeiro turno. O time mineiro está desesperado na briga pelo rebaixamento, e o Timão terá uma partida difícil, mas se quer o título a vitória é obrigação, Liedson deverá retornar ao time depois de três jogos ausentes por contusão.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 0 X 2 BOTAFOGO


Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 12 de outubro de 2011 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA)
Cartões amarelos: Jorge Henrique (Corinthians); Cortês e Alessandro (Botafogo)
Cartão vermelho: Cortês (Botafogo)
Gols: Loco Abreu, aos 11, e Maicosuel, aos 33 minutos do primeiro tempo
Público: 32.450 pagantes (34.593 total)
Renda: R$ 1.097.396,50

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro (Ramírez), Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos (Welder); Moradei (Adriano), Paulinho, Danilo e Alex; Willian e Jorge Henrique
Técnico: Tite

BOTAFOGO: Renan; Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson (Herrera) e Maicosuel (Bruno Tiago); Felipe Menezes (Gustavo) e Loco Abreu
Técnico: Caio Junior


postado por Felipe Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário